Método de Envelhecimento

Os nossos vinhos estagiam em inox e em barricas de carvalho francês, novas e usadas, de acordo com o seu patamar.

Nos vinhos brancos colheita, exploramos o potencial das castas fermentando em inox. Posteriormente, os vinhos estagiam nas mesmas cubas com um processo de “batonnage”. Após o engarrafamento, permanecem em garrafa durante um período que ronda os 6 meses – MARCO 3.

Alguns, depois deste estágio, são submersos no mar para um outro estágio em condições muito especiais também por um período mínimo de 6 meses – são os nossos “MARCO 3 IN MARE”.

Nos vinhos tintos colheita, depois da fermentação em inox, os vinhos estagiam em barricas de carvalho francês, novas e usadas, de acordo com o seu patamar por um período de 12 meses. Após o engarrafamento, permanecem ainda em garrafa durante um período que ronda os 6 meses – MARCO 3.

Oportunamente falaremos dos vinhos RESERVA, brevemente disponíveis.

blank
blank
blank

Rolhas

O uso da rolha de cortiça como vedante para vinho remonta há milhares de anos. As civilizações dos egípcios, gregos e romanos já utilizavam vedantes de cortiça para encerrar este nobre néctar. Mas, foi Dom Pérignon, um monge Beneditino francês que viveu no século XVII, que abriu caminho para um império baseado na aliança vidro (da garrafa de vinho) –  cortiça (rolha).

O impulso de Don Pérignon foi decisivo para se criar a combinação perfeita: garrafa de vinho e rolha de cortiça, cujo desenvolvimento simultâneo permitiu o desenvolvimento da moderna indústria do vinho.

Mas porque se tornou tão importante o uso desta matéria prima para o fabrico de vedantes para vinho? O que a torna tão especial e única?

Cada rolha de cortiça constitui um produto inteiramente natural e sustentável e funciona como uma requintada tampa formada fundamentalmente por suberina e preenchida por um gás semelhante ao ar.  Quando sujeitas a compressão, estas tendem a voltar ao seu tamanho e forma originais, adaptando-se perfeitamente ao gargalo e garantindo uma vedação estanque. Intuitivamente, sabemos que um vinho vedado com cortiça sabe simplesmente melhor e a ciência oferece-nos provas facilmente percetíveis disso mesmo. As características intrínsecas da cortiça – leve, de fácil compressão, impermeável, resistente à decomposição e resiliente – tornam-na no único vedante que respeita a evolução do vinho, prevenindo a sua deterioração com o tempo.

Nos nossos vinhos usamos exclusivamente rolhas de cortiça de primeira, pois só uma garrafa vedada com rolha de cortiça de primeira sujeita a um rigoroso controlo de qualidade pode assegurar a máxima expressão e esplendor do vinho.

Quinta Ferreira de Baixo

Você deve ter pelo menos 18 anos para visitar este site.

Ao entrar no site, estará a confirmar que tem pelo menos 18 anos.